ESTRADAS 03/02/2019 11:09

Artesp diz que não vai permitir placas no acesso ao AME na Marechal Rondon, em Botucatu

Foto: Arquivo/Agência14News

A Artesp - Agência de Transportes do Estado informou ao site Agência14News que não vai autorizar placas no acesso ao AME - Ambulatório Médico de Especialidades na Rodovia Marechal Rondon, em Botucatu. 

A Prefeitura chegou a sinalizar por conta própria o local, isso após meses de espera de uma solução, mas a Artesp diz que o acesso é perigoso por isso é necessário ser modificado para uso.  

A entrada ao AME é a mesma do Ciesp - Centro das Indústrias do Estado e nunca havia sido questionada, mas agora com o AME ela virou caso de polêmica.

Os pacientes que se dirigem ao ambulatório disseram que enfrentaram dificuldade em achar o serviço e ficam rodando pela rodovia.

Veja a resposta da Artesp:

“O pedido para sinalização do acesso foi comunicado à Agência em 18/12/2018. Conforme informado à reportagem, a saída irregular que dá acesso ao AME encontra-se fora dos padrões de segurança exigidos pelas normas vigentes, ou seja, o referido acesso possui condições geométricas desfavoráveis, visibilidade inadequada, encontra-se em trecho em curva, e dentro da alça de acesso há um dispositivo de entroncamento (gerando possível conflito entre os veículos), não possui alças de aceleração/desaceleração, além da saída do acesso estar conflitando com a sinalização horizontal da rodovia. Ou seja, na condição em que o acesso se encontra, não é possível garantir a segurança dos usuários que vão acessar o AME pela SP 300 e nem dos usuários que seguem viagem pela Rodovia. Sendo assim, a Artesp não pode, nem deve, autorizar a sinalização para qualquer empreendimento cujo acesso comprometa a segurança dos usuários. A ausência da sinalização visa, justamente, resguardar a ocorrência de qualquer acidente ao não incentivar os usuários a utilizarem o acesso irregular do km 253. A responsabilidade pelo acesso é da Prefeitura de Botucatu que já foi notificada para fazer a regularização e dar condições de segurança para quem sai da Rodovia e acessa o viário municipal”.

As placas chegaram a ser retiradas e depois foram recolocadas. Até sábado (02) a sinalização permanecia no trecho. 

(do Agência14News).