BOTUCATU 09/04/2019 22:15

Com ultrassom quebrado, donos de animais precisam se deslocar da Unesp até a cidade para fazer o exame

Foto: Divulgação

Quem leva animal de estimação ao hospital veterinário da Unesp de Botucatu tem enfrentado dificuldade do ultrassom quebrado e assim precisa se deslocar até a cidade para fazer o exame e retornar com o resultado para atendimento médico. 

Por isso, atendendo a uma demanda encaminhada por munícipes e usuários dos serviços prestados pelo Hospital Veterinário da Unesp, o vereador Zé Fernandes utilizou seu espaço durante a última sessão ordinária realizada na Câmara Municipal de Botucatu para direcionar um pedido pela ampliação da ultrassonografia. O requerimento foi aprovado pela unanimidade dos demais legisladores.

O documento foi endereçado ao diretor da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da UNESP, campus de Botucatu, Prof. Dr. Celso Antônio Rodrigues e pede para que o mesmo envie esforços no sentido de ampliar a quantidade de equipamentos de ultrassonografia no Hospital Veterinário, objetivando atender a demanda de atendimentos e aprimorar a qualidade na prestação dos serviços de saúde animal.

No requerimento, Zé Fernandes destaca que o Hospital Veterinário da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia [FMVZ] da UNESP é referência em toda a região na prestação de serviços de extensão universitária, por meio da realização de exames, triagens, atendimentos clínicos veterinários e vários outros procedimentos em diferentes espécies animais, sobretudo os animais domésticos: cães e gatos.

De acordo com o vereador, alguns serviços precisam de uma ampliação. “Infelizmente, a quantidade de equipamentos de ultrassonografia não tem sido suficiente para atender a grande demanda, fazendo com que as pessoas se desloquem com os animais até as clínicas da cidade em busca desse exame, tendo que retornar à unidade de saúde da FMVZ para conclusão do diagnóstico e prescrição de tratamento. Como essa situação tem ocasionado transtornos e gerado muitas reclamações, o que atesta a necessidade da ampliação”, comenta Zé Fernandes.

Nota oficial

No dia 3 de abril o Serviço de Diagnóstico por Imagem do Hospital Veterinário da FMVZ informou o seguinte:

“O aparelho de ultrassom apresentou problemas na semana passada. Por se tratar de um aparelho fixo (não portátil) a assistência técnica da empresa fabricante foi acionada para vir avalia-lo aqui. De acordo com o agendamento feito conforme a disponibilidade da empresa, os técnicos estarão em Botucatu na semana que vem para fazer a verificação do problema. Só nesse momento será possível saber o tempo necessário para o conserto, se ele poderá ser feito imediatamente na ocasião ou se serão necessárias novas peças ou serviços que demandarão um prazo maior.

Os exames que seriam realizados em casos não emergenciais serão reagendados. Em casos emergenciais, o Serviço de Diagnóstico por Imagem está orientando os proprietários a procurar os serviços de profissionais ou clínicas veterinárias particulares.

Ciente da grande procura que o Serviço tem pela população, a administração do Hospital Veterinário está tentando solucionar o problema da maneira mais rápida possível”.

(com assessoria)