CAMPANHA 05/10/2018 13:10

Morre em Botucatu a menina Lavínia, de 1 ano, depois de luta contra doença degenerativa e sem cura

Daiane com a filha Lavinia

Lavínia, de 1 ano e 7 meses, que teve grande campanha para arrecadar funtos e ajudar a família a comprar medicamentos por conta da doença Atrofia Muscular Espinhal (AME), um tratamento de alto custo, morreu depois de um longo período internada no Hospital das Clínicas, no campus da Unesp, em Botucatu (SP).

Grupos de várias partes da cidade se uniram e fizeram arrecadações para que tudo fosse proporcionado à menina, pois se tratava de uma doença degenerativa e sem cura.

Porém, em janeiro deste ano, as arrecadações foram finalizadas depois que novos exames médicos apontaram que os médicos não poderiam dar certeza que o remédio para o AME faria efeito, e se não poderia prejudicá-la.

Nesta sexta-feira (05), a família publicou a seguinte nota em uma rede social: “A doença não venceu. Ela lutou, nos ensinou, me ensinou o sentimento mais lindo, ela sofreu e tudo isso pra ficar mais tempo com a gente. E ela ficou, não está mais entre nós, mas está nos nossos corações pra sempre. Ela está descansando, e por muito tempo eu pedi cura, eu implorei por alguma evolução, mas esse não era o propósito de Deus. Ela foi feliz e muito amada e ela sabe disso. Eu não posso ser egoísta e pensar só no meu sofrimento, ela lutou até o momento que pode, nós lutamos juntas, e o sofrimento dela acabou, saber que ela está em um lugar melhor onde ela não sofre, me tranquiliza e crer que o nosso encontro está próximo.

Eu agradeço a cada um, essa noite a nossa princesa vai brilhar no céu”. 

De acordo com a família, o velório acontece na noite desta sexta-feira (05) no Complexo Funerário e o velório será neste sábado (06), às 9 horas, no Cemitério Jardim, em Botucatu (SP).

 

Curta o Facebook do Agência14News e fique por dentro das notícias de Botucatu e região: www.facebook.com/agencia14news

(do Agência14News)