LAGEADO 06/08/2018 17:53

Museu do Café recebe grupos de visitantes com tapete vermelho

Tapete na entrada do museu.

A equipe do Museu do Café de Botucatu (SP) está usando um tapete vermelho para receber os visitantes. "O museu sempre se esforçou para atender da melhor maneira possível os visitantes. A partir de agora as visitas de grupos (Escolas, Instituições, Agencias de Turismo, hotéis, dentre outros), que são previamente agendadas pela internet, serão recebidos com tapete vermelho. Foi confeccionado um tapete com as inscrições “Seja Bem Vindo” que será colocado na frente da porta do ônibus. Assim quando os visitantes descerem serão recepcionados de forma simpática demonstrando a importância que o Museu sempre dedicou aos seus milhares de visitantes mensais", informou a coordenação.

O Museu adquiriu tapetes confeccionados sob encomenda junto à empresa Brumax de Bauru. Um dos tapetes está colocado no final da escada, logo no início da varanda do Museu e traz a inscrição “Seja Bem Vindo” Já outro tapete foi colocado na porta de entrada do Museu e traz impresso a logomarca do Museu. Todos confeccionados em borracha. 

Outras atividades estão sendo desempanhadas no museu durante este mês:

Nana Higa: No último dia 22 foi encerrada a mostra de fotos da artista Nana Higa. Exatos 3.458 visitantes puderam apreciar a arte de Nana que, pela primeira vez, expos seus trabalhos em Botucatu. A Coordenadoria agradeceu o apoio da “Cia Arte Cultura” por mais essa mostra.

Tansy Telles: Dando prosseguimento ao projeto “Lageado é Arte” o Museu traz mais uma artista que expõe pela primeira vez em nossa cidade. A artista reside em Mogi Mirim, auto-didata, sempre primou pela criatividade. A mostra “Arte Uma – Uma Explosão de Cor e Inocência” procura valorizar o essencial: a vida. Suas cores são vibrantes e alegres. Sua arte visa despertar a nossa criança interior. A mostra permanece de 26 de julho até 26 de agosto, podendo ser visitada no horário de funcionamento do Museu, de segunda a sexta, e nos feriados, das 8 às 17 horas e aos sábados e domingos das 12 às 18 horas. 

Doações: Novos objetos foram doados ao Museu no projeto “Da Minha Casa para o Nosso Museu”. O Sr. João Belver Fernandes, de Botucatu, doou uma maquete de moinho acionado por roda d’água. O objeto já está exposto na sala de marcenaria. Já o Sr. Antônio Sérgio De Pieri, também de Botucatu doou uma caixa contendo chá da índia, produzido na Fazenda Lageado, safra de 1974, e uma foto com os funcionários da Estação Experimental de Botucatu, Fiorindo De Pieri, João Falcadi e Braz  Martins procedendo a poda da cultura do chá da índia. O Coordenador agradeceu os doadores, que com esse gesto enriquecem a história, e o acervo do nosso Museu. 

Pólo Cuesta: No último dia 31 o Museu recebeu a visita de representantes das seguintes cidades Anhembi, Avaré, Botucatu, Itatinga, Pratânea, Pardinho, Paranapanema e São Manuel integrantes do consórcio “Pólo Cuesta”. Acompanhados por Luciana Alho e pelo Secretário Adjunto do Turismo Guto Tecchio os visitantes foram recebidos pelo Coordenador do Núcleo José Eduardo Candeias que fez breve explanação sobre a Fazenda Lageado, e o Museu do Café. Em seguida os visitantes conheceram o acervo do Museu e apreciaram um cafézinho. 

Números: No mês de julho, tradicional mês de férias escolares, o Museu recebeu 3.802 visitantes. Dessa forma o acumulado do ano atinge 15.857 visitantes. Já o resultado total compreendendo o período de janeiro de 2006 a julho de 2018 marca 251.981 visitantes. Chama atenção no mês que no final de semana dos dias 14 e 15 – sábado e domingo o Museu recebeu exatos 247 visitantes no sábado e 313 no domingo. Mesmo durante a semana em dias no período da tarde o local recebeu mais de 100 pessoas. 

 

Curta o Facebook do Agência14News e fique por dentro das notícias de Botucatu e região: www.facebook.com/agencia14news

(com assessoria)