HABITAÇÃO 14/09/2018 20:13

Prefeitura fará perícia para comprovação de deficiências antes de sortear moradias em Botucatu

Apartamentos em construção. (Foto: Arquivo)

Com mais de 800 pessoas que declaram ser portadoras de algum tipo de deficiência, frente às mil moradias populares que serão sorteadas em Botucatu (SP), a Prefeitura resolveu contratar uma empresa especializada para a comprovação das informações prestadas e com isso atender a todos sem erro.

Por conta desse trabalho de comprovação, o sorteio que aconteceria entre este e o mês que vem, pode demorar mais um pouco e ficar para dezembro.

Os apartamentos estão em construção ao lado da Cohab 2 e são voltados a pessoas com renda familiar de até R$ 1.800 e baixa prestação que começa a partir de R$ 80. Até pessoa desempregada e com nome restrito em SPC e Serasa foi permitido participar da inscrição. No total, mais de 10 mil pessoas procuraram a Prefeitura para se inscrever.

O projeto é da prefeitura com o governo federal pelo programa Minha Casa, Minha Vida (Faixa 1). As unidades terão 47,22 m² de área privativa, divididos em 42 torres, que contará com uma área de lazer, com quadra poliesportiva, salão de festas, playground e quiosque. Até agosto era 71% da obra executada. Por dentro o apartamento será todo azulejado na cozinha e banheiro até o teto garantindo maior durabilidade e relógios individuais, além de esquadrias em alumínio. As sacadas permitirão maior ventilação e entrada de luz natural.

 

Leia também: Apartamentos com prestações a partir de R$ 450 em Botucatu.

 

Curta o Facebook do Agência14News e fique por dentro das notícias de Botucatu e região: www.facebook.com/agencia14news

(com Municipalista)