FERROVIA 10/10/2017 19:48

Audiência sugere uso de vagões abandonados por produtores rurais em Botucatu

Audiência na Câmara Municipal de Botucatu

A audiência pública sobre o uso de vagões que estão abandonados na ferrovia de Botucatu aconteceu nesta terça-feira (10).

O sindicalista Helio Mascheti afirmou que conseguir a doações desses vagões nunca foi possível. "É demagogia. Dou a palmatória se acontecer. Não acredito em doação. Só pela justiça, com Ministério Público e pela Câmara Municipal. Senão é demagogia", disse. 

No mais, as pessoas colocaram que existe um processo adiantado de autorização e que agora se define a logística de deslocamento desses equipamentos hoje abandonados.

Na audiência moradores disseram que os vagões abandonados são usados por criminosos e estupradores.

Julio Romero, da Casa da Agricultura de Botucatu, colocou que a cidade tem 1.315 propriedades rurais e 60% são pequenas. Com o custo de R$ 1,20 a saca do café para armazenamento, o produtor teria R$ 738 de economia ao ano usando os vagões.

A audiência ainda teve a presença da vereadora Telma Gobbi de Bauru para acompanhar o assunto que interessa também à sua cidade.

José Luiz Vieira, que faz parte de uma associação ferroviária, a Protefer, disse que o que apresenta risco à população pode ser alvo de uma intervenção e uso dos vagões.

Ele afirmou que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) autorizou o uso e que o transporte ao local do uso é possível com uma carreta e "muck".
Pessoas que estavam participando da audiência ainda sugeriram o uso dos vagões para a divulgação turística no centro da cidade e até no comércio como atrativo cultural.

Antonio Carlos Pereira,ex-secretário de esportes, disse que participou do pedido e recebeu a dação dos vagões do DNIT. No total, são 120 vagões.

Uma das preocupações das pessoas era como esses vagões serão levados a quem for utilizá-los.

Confira a audiência no link https://www.facebook.com/camarabotucatu/ com as demais posições.

 

Curta o Facebook do Agência14News e fique por dentro das notícias de Botucatu e região: www.facebook.com/agencia14news

(do Agência14News)