POWER RACING NEWS 16/05/2017 08:19

Fórmula 1, IndyCar Series, Nascar Monster Energy Cup, novidades da indústria automobilística e “Volta Rápida”

Fórmula 1 voltou a Barcelona, com um show de Hamilton e Vettel.

            Em uma corrida mais movimentada do que o usual em Barcelona, Lewis Hamilton venceu o GP da Espanha, realizado neste domingo (14). O britânico e Sebastian Vettel protagonizaram uma batalha intensa na pista e na tática.

            No fim, durante um safety car virtual, a Mercedes devolveu Hamilton à pista com pneus macios contra Vettel de pneus médios.

            A estratégia foi certeira e Hamilton superou Vettel na volta 44, passando no final da reta de largada como um raio, para não sair mais da P1. Hamilton venceu pela segunda vez na temporada. Daniel Ricciardo, com sua Red Bull, completou o pódio.

            Felipe Massa teve sua corrida prejudicada logo na largada, quando num infortúnio toque recebido de Fernando Alonso, furou seu pneu dianteiro. Tendo que parar logo na primeira volta e depois fez mais 2 pits, Massa terminou a prova na P13, sem marcar pontos.

 

A corrida

            Aproveitando uma confusão generalizada na largada, Vettel assumiu a liderança, com Hamilton caindo para segundo. Na briga pela P3, Bottas tocou em Räikkönen na curva 1 jogando o finlandês da Ferrari contra a Red Bull de Max Verstappen. Ambos tiveram suas suspensões dianteiras avariadas e abandonaram a prova.

            Mais pilotos sofreram nas primeiras curvas, como Alonso “passeando” pela brita e caindo para décimo, e Massa com um furo no pneu caindo para a P18 depois da troca.

            Na volta 7, os dez primeiros eram Vettel, Hamilton, Bottas, Ricciardo, Pérez, Ocon, Hülkenberg, Magnussen, Sainz Jr. e Grosjean. Massa seguia na 18ª posição.

            Na volta 13, Alonso foi o primeiro a ir aos pits programados. Na volta 15, foi a vez de Vettel ir para seu pit e voltar com seu segundo jogo de pneus macios. Hamilton, mesmo com pneus desgastados, voava na pista.

            Mas, com pneus novos, foi Vettel quem começou a voar na pista, sendo muito mais rápido do que Hamilton, tirando cerca de 1s2 ou mais por volta, . Mesmo assim Hamilton optou por seguiu na pista, na P2, até a 22ª volta, quando aproveitou o safety car virtual para fazer seu pit e colocar pneus médios.

            A partir daí, o que se viu na pista era Ferrari e Mercedes voando na pista, até que, numa manobra de pura força de motor, Hamilton abriu a asa móvel e passou Vettel como se o mesmo estivesse parado.

            Daí até a vitória foram apenas 12 voltas. 

            A F1 volta á pista dia 28 de maio, no circuito mais charmoso e difícil da temporada; Monte Carlo, em Mônaco.


Resultado da prova:

Pos.    Piloto                                     Equipe

  1        Lewis Hamilton                      Mercedes

  2        Sebastien Vettel                     Ferrari

  3        Daniel Ricciardo                    Red Bull/Renault

  4        Sergio Perez                          Force India/Mercedes

  5        Esteban Ocon                         Force India/Mercedes

  6        Nico Hulkenberg                    Renault

  7        Carlos Sainz Jr.                     Toro Rosso/Renault

  8        Pascal Wehrlein                     Sauber/Ferrari

  9        Daniil Kvyat                            Toro Rosso/Renault

10        Romain Grosjean                   Haas/Ferrari

11        Marcus Ericsson                    Sauber/Ferrari

12        Fernando Alonso                    McLaren/Honda

13        Felipe Massa                          Willians/Mercedes                 

14        Kevin Magnussen                  Haas/Ferrari

15        Jolyon Palmer                         Renault

16        Lance Stroll                            Willians/Mercedes

Não terminaram a prova:

Valtteri Bottas                                    Mercedes                    Quebra de motor

Stoffel Wandoorne                            McLaren/Honda         Quebra de suspensão após acidente

Max Verstappen                                Red Bull/Renault        Quebra de suspensão após acidente

Kimi Raikkonen                                 Ferrari                           Quebra de suspensão após acidente

Classificação do campeonato de pilotos
Pos.    Piloto                                                 Pontos

  1        Sebastien Vettel                                 104

  2        Lewis Hamilton                                    98

  3        Valtteri Bottas                                      63

  4        Kimi Raikkonen                                   49

  5        Daniel Ricciardo                                  37

  6        Max Verstappen                                  35

  7        Sergio Perez                                        34

  8        Esteban Ocon                                      19

  9        Felipe Massa                                       18

10        Carlos Sainz Jr.                                   17

 

Campeonato de equipes:

Pos.    Equipe                                   Pontos

  1        Mercedes                               161

  2        Ferrari                                    153

  3        Red Bull Racing                      72

  4        Force India                               53

  5        Toro Rosso                              21

  6        Willians                                     18

  7        Renault F1 Team                     14

  8        Haas F1 Team                           9

  9        Sauber                                       4

10        McLaren                                     0

 

IndyCar Series correu no circuito misto de Indianápolis com vitória de Will Power.

            O australiano Will Power, piloto da Penske, foi o “cara” do fim de semana em Indianápolis.   Após dominar todos os treinos e conquistar a pole, o piloto da Penske venceu no misto do mítico circuito neste sábado (13), conquistando sua vitória de número 30 na carreira.

Hélio Castroneves, seu companheiro de Penske, chegou a ameaçar a vitória de Power, liderando a corrida por um período, onde tentou se diferenciar na estratégia de pneus. Mas, após a penúltima parada, Power assumiu novamente a liderança indo até receber a bandeira quadriculada.

            No fim, Helinho, com pneus duros, perdeu rendimento nas últimas 20 voltas e terminou na quinta colocação. Scott Dixon foi o segundo colocado, Ryan Hunter-Reay, o terceiro e Simon Pagenaud, o quarto.

            A prova não teve bandeira amarela, fato que aconteceu pela última vez em Long Beach no ano passado, mas isso não significou na ausência de toques entre pilotos. Em um deles, quem saiu perdendo foi Tony Kanaan, que foi coletado por Marco Andretti ainda na primeira volta e teve sua prova comprometida, já que teve que fazer reparos nos pits. O piloto baiano acabou na 20ª posição, duas voltas atrás do líder.

            Quem retornou às pistas da Indy foi Juan Pablo Montoya, pela Penske. O colombiano até teve um bom início, mas a falta de ritmo cobrou seu preço e ele acabou em 10º. Sua volta foi como um treino para as 500 Milhas de Indianápolis.

            A Indycar Series volta à pista dia 28/05 nas tradicionais 500 Milhas de Indianápolis, com novidades: Fernando Alonso, piloto da McLaren/Honda F1 entra na pista com um carro desenvolvido em conjunto pela McLaren/Honda. Estará correndo pela equipe Andretti Autosport.

            Juan Pablo Montoya, volta à categoria pela Penske e Buddy Lazier, aos 49 anos, correrá com um carro de sua equipe, a Lazier Partners Racing.

 

NASCAR Monster Energy Cup em Kansas teve vitória de Martin Truex Jr. e um acidente impressionante envolvendo Joey Logano, Danica Patrick e Aric Almirola.

            A NASCAR correu as 400 milhas do Kansas, no Kansas Speedway, oval de 1,5 milha, na noite deste sábado (13). Pela segunda vez no ano, Martin Truex Jr. venceu uma prova. A etapa contou com 15 bandeiras amarelas (igualando o recorde da pista) e um grande acidente.

            Truex, que conquistou sua vitória de numero 9, superou Ryan Blaney nas voltas finais e não deu chances aos concorrentes mesmo com as paralisações nos giros finais. Com a segunda vitória, ele iguala as marcas de Brad Keselowski e Jimmie Johnson, os únicos a terem êxito por mais de uma vez em 2017.

            Keselowski terminou na P2, com Kevin Harvick na P3, Blaney, P4 e Kyle Busch na P5. Os dois últimos foram os detentores das vitórias de estágios da corrida. A prova foi marcada pelo forte acidente envolvendo Joey Logano, Danica Patrick e Aric Almirola.

            Logano, piloto da Penske, que perdeu o controle do seu Ford provavelmente por problemas ou na suspensão dianteira ou com um furo de pneu, atingiu Danica Patrick, da Stewart Haas na lateral direita, fazendo-a rodar. Na sequência, tanto Danica quanto Logano foram para o muro, Danica permaneceu na parte alta da pista mas Logano ficou atravessado, somente com sua traseira no muro. Foi ai que Almirola, de pé embaixo, se deparou com Logano atravessado, tentou inutilmente frear e desviar e atingiu a lateral do carro de Danica e o carro de Logano em cheio.

            Danica conseguiu sair sozinha de seu carro, todo destruído e em chamas. Já Logano e Almirola não conseguiram sair, sendo resgatados pelas equipes médicas do circuito. Almirola só foi retirado do carro após ter o teto cortado.

            Aric Almirola foi levado ao Hospital Universitário do Kansas para exames, pois relatou dores na coluna. Após exames ficou constatado uma fratura por compressão na quinta vértebra torácica.

            É uma fratura comum, provocada pela pressão exercida pelo cinto de segurança de 5 pontos sobre o tórax do piloto no momento de um forte impacto. Lesões na cervical é hoje praticamente impossível em um acidente desse tipo pois o Hans, equipamento obrigatório em todas as categorias no mundo, protege a coluna cervical contra grandes impactos e desacelerações bruscas.

            Conforme comunicado emitido no domingo pela Richard Petty Motorsports, sua equipe, Almirola está bem.

            Segue o comunicado:

            "Aric Almirola, piloto do Ford #43 da Richard Petty Motorsports, foi liberado do hospital local do Kansas e voará de volta à sua casa em Mooresville, Carolina do Norte, hoje.

            Almirola sofreu uma fratura de compressão na vértebra T5, após acidente com vários carros no Kansas Speedway sábado à noite. Ele está se movimentando será acompanhado por seus médicos em Charlotte.

            A Richard Petty Motorsports fornecerá mais atualizações quando possível."

            Almirola deve ficar por alguns dias fora das pistas.

Top Ten em Kansas:

Pos.     Piloto                                      Carro

  1        Martin Truex Jr.                     Toyota Camry #78

  2        Brad Keselowski                    Ford Fusion #2

  3        Kevin Harvick                        Ford Fusion #4

  4        Ryan Blaney                          Ford Fusion #21

  5        Kyle Busch                             Toyota Camry #18

  6        Kyle Larson                            Chevrolet Camaro SS #42

  7        Daniel Suarez                         Toyota Camry #19

  8        Jamie McMurray                   Chevrolet Camaro SS #1

  9        Clint Bowyer                          Ford Fusion #14

10        Trevor Bayne                         Ford Fusion #6

            E nossa estatística das marcas mostra claramente que a Ford acertou a mão no desenvolvimento do Fusion para a temporada 2017. Apesar da vitória ter ficado com um Toyota, a Ford colocou 5 Fusions entre os 10 primeiros, e Toyota e Chevrolet colocaram 2 modelos cada.

            O domínio da Ford é evidente já no início da temporada. E promete ser soberano até a última prova.

            A NASCAR voltará no próximo sábado (20) com a Charlotte All Star Race, no Charlotte Motor Speedway.

            Essa prova, tradicionalmente não vale pontos para o campeonato, mas em compensação premia com US$ 1 milhão de dólares o vencedor. 

 

Semana movimentada no mercado automobilístico

            A Nissan iniciou as vendas da nova Frontier LE 2018.

            Toda repaginada, equipada com o novo motor diesel 2.3 16v, biturbo, a nova Frontier promete incomodar pick ups como Ford Ranger, Chevrolet S-10, VW Amarok e até a Toyota Hilux.

            Desenvolvida em parceria com a Renault e Mercedes, a nova Frontier sai de fábrica com todos acessórios de suas concorrentes, menos a capota marítima, considerada por alguns como item necessário para quem optará em usá-la somente na cidade. A capota é considerada uma espécie de “porta malas” nas pick ups.

            Seu preço, R$ 166.700,00, corresponde à versão LE, a única disponível no momento. Mas nesse valor você desfruta de tração 4X4, kit multimídia com conectividade com celular, espaço interno generoso e um câmbio de 7 marchas, automático, que age como um esportivo. Seus engates são rápidos, marchas bem escalonadas e com isso se tem uma significante economia de combustível e maior autonomia. Sem contar que o isolamento acústico da Frontier é o melhor da categoria.

            Algumas pessoas optam em adquirir pick ups Flex por serem mais baratas. Mas uma avaliação criteriosa pode apontar que a “economia” que se tem no preço de uma pick up Flex com relação às diesel pode não compensar quando se roda muito no dia a dia. Morotes diesel são mais econômicos que os Flex que movem as pick ups.

            O bom gosto da Rainha Elizabeth 2° se resume a um Jaguar X-Type Sportwagon antigo, acredita-se que seja da década de 80. Ela retornava para o Palácio de Buckingham.

            E como bom gosto nunca muda, nem dos designers, a Jaguar lançou o luxuoso XF S, novo sedan da marca.

            Equipado por um motor 3.0, V6 de 380cv, turbo, acoplado a um câmbio automático de 8 marchas, o XF faz de 0 a 100km/h em poucos 5,3 segundos.

            Diverte-se muito se o colocar no modo esportivo e sair acelerando: seu motor descarrega 45,8 kgfm de torque nas rodas traseiras, fazendo seus 1.710 kg voarem até o limitador entrar em ação, isso perto dos 250 km/h.

            O “piloto” mal percebe a traseira querendo sair por conta de tamanha potência, pois a eletrônica se encarrega de por o carro nos “trilhos”.

            Seu interior tem o acabamento primoroso e famoso da Jaguar: muito couro, detalhes em madeira nobre de reflorestamento, airbags de cortina, controles eletrônicos de ultima geração, pacote multimídia e outros mimos ingleses.

            E tudo isso pode ser de qualquer “nobre plebeu”, por míseros R$ 383.620,00.

            Particularmente, Vossa Magestade, que na Segunda Guerra Mundial serviu ao Exército Inglês como mecânica de carros, tanques e caminhões e também como motorista de ambulância, iria se divertir a bordo do XF S.

            A Nissan está testando no Brasil o SOFC, veículo movido à Célula de Combustível de Óxido Sólido (SOFC).

            O protótipo é derivado da Van comercial NV 200 e sua tecnologia é simples, pois se associa um motor a combustão movido a Etanol que carrega as baterias elétricas. A energia das baterias alimentam as células de combustível, cuja autonomia é de aproximadamente 600 km com um tanque de Etanol.

            A Nissan afirma que o Brasil é o país ideal para receber essa tecnologia, pois o Etanol está disponível em todos os postos do país. Mas, ao mesmo tempo, trata o SOFC como um protótipo e desconversa quando questionada se haverá produção comercial do modelo.

            Em números divulgados pela Nissan já nos primeiros testes, o SOFC percorre 1 km com R$ 0,10 de Etanol.

            Essa tecnologia seria uma excelente alternativa para o futuro. Mas que seria um futuro próximo, pois elimina em 100% a emissão de gases tóxicos na atmosfera e também a utilização de combustíveis fósseis.

 

Volta Rápida

- Fernando Alonso reclamou no rádio, durante a etapa espanhola da F1, que Felipe Massa o atrapalhou quando tentava chegar no carro da frente e disputar a posição.

Alonso deve ter esquecido dois pequenos detalhes: 1-ele prejudicou a corrida de Massa quando tentou ultrapassa-lo logo na largada por um lado da pista onde seria impossível pois não havia espaço; 2-seu carro, o McLaren/Honda, não está em condições de disputar posição nem com um carro da Stock Car. Não tem potência nem confiabilidade.

Depois da corrida, houve uma conversa entre os dois pilotos onde ambos se acertaram. Coisas de corrida.

- E falando em Alonso, ontem, segunda feira, ele dominou os treinos livres para as 500 Milhas de Indianápolis.

O sucesso, até agora do carro fabricado em conjunto pela McLaren, Honda e Andretti Motorsport, Alonso atribui à experiência da McLaren na F1 com a liberdade na fabricação dos carros da Indy.

Alonso é cotado nas bolsas de apostas mundo afora como um dos favoritos para ganhar a prova.

- Lewis Hamilton afirmou na entrevista coletiva obrigatória logo após a prova da Espanha que a disputa que ele trava com Vettel pelo campeonato é “saudável e prazeirosa”. Vettel, cutucando o rival fez a mesma afirmação ressaltando que a Ferrari vem progredindo mais que as outras equipes nos quesitos confiabilidade e constância em corridas. Apimentou a salada de Hamilton.

- Felipe Massa lamentou o toque sofrido de Fernando Alonso na largada, que furou um pneu de seu carro. Ele previa uma boa prova, tanto que largou na P9 e já na curva 1 aparecia na P6, disputando a P5. Foi a primeira corrida que Massa terminou em 2017 sem pontuar.

Para Mônaco, as equipes prometem mais atualizações nos seus carros, tanto em aerodinâmica como nos motores.

 

            Fale conosco, estamos esperando sua sugestão sobre matérias, críticas e comentários. Você, amigo leitor, é nosso principal combustível. Esta coluna é feita para você. Nosso e-mail à sua disposição 24 horas, 7 dias por semana é motor14news@gmail.com.

 

Uma boa semana, automaníacos. Até a próxima.

 

Recebi muitas propostas de várias equipes, algumas excelentes, para que eu voltasse a ser piloto titular na F1 em 2017, mas optei por ficar na McLaren para acompanhar o desenvolvimento do novo carro. E estou muito feliz com minha escolha”.  Jeson Button, 3° piloto da McLaren e “embaixador” da equipe ante patrocinadores e ações sociais, sobre oportunidades de mudar de equipe este ano.

 

Reinaldo dos Santos Filho mora em São Manuel/SP, tem 48 anos, é jornalista especializado em automobilismo, administrador de empresas, escritor, piloto profissional e motociclista. Pai do Thiago Augusto, Luís Guilherme e Giovanna.

 

Matéria sob responsabilidade do autor (Mtb 82.886/SP)

colunistas

POWER RACING NEWS 17/10/2017 08:45
POWER RACING NEWS 10/10/2017 09:14
POWER RACING NEWS 02/10/2017 20:45
POWER RACING NEWS 19/09/2017 09:01
POWER RACING NEWS 12/09/2017 08:41
POWER RACING NEWS 05/09/2017 10:09
POWER RACING NEWS 29/08/2017 10:33
POWER RACING NEWS 22/08/2017 09:24
POWER RACING NEWS 08/08/2017 08:24
POWER RACING NEWS 01/08/2017 13:39
POWER RACING NEWS 25/07/2017 09:29
POWER RACING NEWS 17/07/2017 22:06
POWER RACING NEWS 11/07/2017 08:52
POWER RACING NEWS 04/07/2017 10:42
POWER RACING NEWS 27/06/2017 08:25
POWER RACING NEWS 20/06/2017 09:21
REINALDO FILHO 13/06/2017 09:17
POWER RACING NEWS 06/06/2017 09:19
POWER RACING NEWS 30/05/2017 09:01
POWER RACING NEWS 23/05/2017 09:48
Colunista 20