07/09/2016 10:47

Botucatu tem pesquisa eleitoral para prefeito sendo realizada por empresa de consultoria de MG

Botucatu tem uma pesquisa para prefeito que foi registrada na Justiça Eleitoral para apurar a intenção de voto. Segundo consta nos documentos registrados no site da Justiça Eleitoral, a empresa responsável pelo levantamento é a Tática – Consultoria Pesquisa LTDA-ME, de Minas Gerais.

O registro foi realizado no dia 03/09/16 e a divulgação está marcada para o dia 09/09/16 (sexta-feira). O estatístico responsável é Diego Camacho. O valor da pesquisa é de R$ 8.500,00. Serão ouvidas 383 pessoas nesse levantamento.

Segundo a empresa responsável trata-se de uma pesquisa Quantitativa realizada com entrevistas pessoais em domicílio, com aplicação de questionário estruturado de uma amostra representativa do eleitorado da cidade de Botucatu.

No questionário consta que será perguntado em quem a pessoa irá votar sem citar os nomes dos candidatos, depois é feita a pergunta com os nomes dos postulantes, se a pessoa tem o voto como fechado, e ainda é apurada a faixa de renda, idade e escolaridade do eleitor.

“Plano amostral e ponderação quanto a sexo, idade, grau de instrução e nível econômico do entrevistado; intervalo de confiança e margem de erro: O Planejamento amostral é feito em 2 (dois) estágios, sendo o primeiro estágio o sorteio probabilístico de setores censitários (os setores censitários seguem divisão feita pelo IBGE no ultimo senso) pelo método de Probabilidade Proporcional ao Tamanho (PPT), No segundo e último estágio, dentro dos setores sorteados, os respondentes são selecionados através de quotas amostrais proporcionais em função de variáveis significativas, a saber: Sexo, Idade, Grau de instrução e Nível Econômico, de acordo com o perfil do eleitorado. A amostra de 383 eleitores nos permite fazer inferências sobre o universo pesquisado (eleitores de Botucatu-SP) com uma margem de erro”, traz a descrição do trabalho.

A margem máxima de erro é de 5,0 pontos percentuais para mais ou para menos com um intervalo de confiança de 95,0% considerando um modelo de amostragem aleatória simples. As ponderações feitas para sexo e faixa etária serão de acordo com as últimas estatísticas do TSE no mês de julho de 2016.

Ainda traz a empresa dizendo que os entrevistadores utilizados são selecionados e treinados para o trabalho de campo, cada entrevistador estará identificado com crachá contendo o nome da empresa e o telefone da mesma. Os coordenadores de campo acompanharão “in loco” a coleta de dados, além de serem conferidos posteriores a partir do telefone do entrevistado ou endereço (pelo menos 20% dos entrevistados) para garantir a veracidade dos dados.

“Internamente, todo o material é criticado, codificado, digitado e, antes do processamento final, realiza-se a conferência da digitação (consistência dos dados). Dados relativos aos municípios e bairros abrangidos pela pesquisa. Na ausência de delimitação do bairro, será identificada a área em que foi realizada a pesquisa(conforme §6º. do art. 2º. da Resolução-TSE nº. 23.453/2015, Até o sétimo dia seguinte ao registro da pesquisa, será ele complementado com os dados relativos aos bairros abrangidos; na ausência de delimitação do bairro, será identificada a área em que foi realizada)”.

Amostra será apresentada até o 7º dia seguinte ao registro da pesquisa, conforme expresso no art. 2º, §6º da Resolução 23.453/2015 do TSE.

Segundo o Cartório Eleitora de Botucatu a pesquisa está autorizada a ser divulgada assim que for finalizada.

Os candidatos em Botucatu a prefeito e vice são: Daniel Carvalho-Gustavo (PSOL), Érick Facioli-Cátia Fonseca (PT), Mário Ielo-Caco Colenci (PDT-PV), Mário Pardini-André Peres (PSDB-PCdoB) e Reinaldinho Moreira-Lelo Pagani (PR-REDE).

(Do Agência14News)