14NEWS ESCLARECE 30/10/2019 19:34

Nota oficial esclarece sobre mensagem que denuncia linguiça feita com carne de cães

Foto espalhada no WhatsApp.

Toda informação que chega para moradores da região e que no primeiro momento não é comprovada, o site Agência14News procura esclarecer tal assunto para evitar que continuem espalhando fake news pelas redes sociais.

Algumas pessoas receberam a seguinte mensagem: "Linguiça eita com carne de cachorro em Bragança quadrilha foi presa - você que gosta de linguiça, cuidado". Esse texto enviado pelo WhatsApp vinha acompanhado com fotos de várias pessoas e de produtos que denunciavam ter sido produzidos com carnes dos animais também fotografados em um canil.

A reportagem foi atrás de informação e obteve a confirmação que se trata de uma notícia falsa e que se tentou ainda envolver uma marca de linguiça.

NOTA OFICIAL SOBRE O ASSUNTO:

"A Prefeitura de Bragança Paulista, por meio da Secretaria de Desenvolvimento dos Agronegócios, esclarece que a notícia que está circulando nas redes sociais e aplicativos de mensagem sobre fabricação de linguiça clandestina utilizando carne de cachorro trata-se de FAKE NEWS.

Esclarecemos também que a Administração repudia este tipo de ação, e o município conta com Certificado de Registro pelo Serviço de Inspeção Municipal (SIM), no qual responsáveis técnicos da Secretaria dos Agronegócios realizam semanalmente visitas aos estabelecimentos para verificar qualquer irregularidade.

O Certificado de Registro do S.I.M. funciona como um alvará de funcionamento, garantindo qualidade, segurança alimentar e saúde da população, e é realizado periodicamente pela Administração Municipal. Para solicitar o serviço, tanto pequenos quanto grandes produtores ou comerciantes de produtos de origem animal devem entrar em contato com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento dos Agronegócios, que fica localizada nas dependências do Parque de Exposições Dr. Fernando Costa (Posto de Monta), através do telefone (11) 4035-7670.

A Secretaria dos Agronegócios orienta à população a denunciar comércio de produtos ou ações suspeitas".

Importante mencionar que apesar da denúncia citar Bragança Paulista o brasão mostrada em uma delegacia é de outro estado e não o de São Paulo. O ocorrido foi em Guarapari (ES) onde as pessoas foram presas com os produtos e os animais que eram mantidos em péssimas condições e sem comida.

O caso pode até ter ocorrido em alguma localidade, mas não foi em Bragança como quis direcionar a mensagem fake news.

(do 14News).