JULGAMENTO 22/01/2018 13:37

PT de Botucatu fará caravana em apoio a Lula com discurso de golpe contra a esquerda

Everaldo, no centro, durante eleição municipal. (Foto: Cristiano Alves/ Agência14News)

O Partido dos Trabalhadores (PT) de Botucatu vai participar da "Caravana com Lula" na Avenida Paulista. Um ônibus com 40 pessoas vai sair da Catedral de Botucatu para acompanhar o julgamento do ex-presidente do Brasil que ocorrerá em Porto Alegre (RS) na quarta-feira (24).

O ônibus organizado pelo Diretório Municipal de Botucatu vai sair às 10h30 em frente a Catedral de Botucatu e será gratuito. Cada um ficará responsável pela sua alimentação.

Por conta desse julgamento a reportagem do site Agência14News, com Cristiano Alves, foi ouvir Everaldo Rocha, do diretório municipal do PT de Botucatu.

O ex-presidente foi condenado a 9 anos e meio por corrupção e lavagem de dinheiro pelo juiz Sérgio Moro por contratos de empreiteira com a Petrobrás. Lula teria recebido apartamento, mobília e reformas no triplex.

CA: Como os petistas estão analisando as acusações contra o ex-presidente Lula?

ER: Acusações sem fundamento. Com clara finalidade política de impedi-lo de ser candidato. Fica cada vez mais claro isso para nós. Prova disso foi que o objetivo da acusação, que é o triplex, foi penhorado pela justiça nesta semana, como a OAS proprietária.

CA: Diante de várias acusações o partido não apoia as investigações? A atitude de vocês não poderia ser vista pelos brasileiros como corporativista de um partido querendo proteger seu filiado?

ER: Defendemos as investigações. Já foi investigado e a justiça não apresentou nenhuma prova. Agora não é mais investigações, é julgamento. E pela sentença do Moro, não vimos nenhuma prova. Espero que a justiça seja feita, com provas.

CA: Partindo desse pressuposto, a forma que o partido age apoiando Lula não seria uma forma de também por em xeque o judiciário?

ER: Acredito que uma boa parte do judiciário age com viés político. Infelizmente. Creio que o judiciário não deve ter lado e sim julgar em cima de provas. Quando alguém do judiciário quiser ter lado, fazer política... deve se afastar do judiciário e se filiar a um partido. Não só o partido, mas todos que prezam pela democracia no Brasil, devem apoiar mesmo o Lula para que tenhamos justiça e que paremos o golpe. Isto tudo que está acontecendo é uma continuação do golpe, que teve início no dia que a Dilma foi reeleita em 2014.

CA: Políticos de outros partidos foram condenados também, incluindo empresários. Isso quer dizer que os juízes tinham partido?

ER: Olha, não estou dizendo que os juízes têm partido. Estou falando que se pessoas do judiciário quiserem fazer política, teriam que se filiar a um partido.
Mas que para nós, do Partido dos Trabalhadores, fica claro que o objetivo maior é inviabilizar a candidatura de Lula para continuar o golpe. Porque as pesquisas mostram, que a única forma de barrar a volta do Lula à presidência é via sua condenação e prisão. Nas urnas a direita não ganha as eleições. Se prenderem vira heroi. Se matarem vira mártir. Se deixarem solto vira presidente.

 

Curta o Facebook do Agência14News e fique por dentro das notícias de Botucatu e região: www.facebook.com/agencia14news

(do Agência14News)