ELEIÇÕES 2018 16/05/2018 08:00

TSE terá atuação diligente e equilibrada no combate às fake news, diz ministro Carlos Horbach

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Carlos Horbach disse que o órgão terá uma atuação diligente e equilibrada em relação às fake news nas eleições deste ano. Segundo ele, a Corte buscará tanto a integridade do pleito como a preservação da liberdade da expressão, direito fundamental de todo o cidadão. “O TSE está de olhos bem abertos para garantir que o debate eleitoral seja o mais limpo possível”, destacou o ministro.

As declarações de Horbach foram feitas durante a 12ª Conferência Legislativa sobre Liberdade de Expressão, realizada hoje na Câmara dos Deputados. Promovido pelo Instituto Palavra Aberta, o evento debateu a importância da educação midiática na formação da cidadania e no combate às notícias falsas.

O tema fake news tem sido uma preocupação constante por parte da Justiça Eleitoral, e uma das prioridades do presidente do TSE, ministro Luiz Fux. Na elaboração das resoluções das Eleições 2018, o Tribunal incluiu uma série de regras com o objetivo de coibir as notícias falsas e instituiu, no âmbito do Tribunal, um comitê constituído por diversos órgãos, responsável por propor medidas relacionadas ao tema.

Além disso, para uma melhor formação dos eleitores, o TSE realiza, desde 2004, por meio da Escola Judiciária Eleitoral (EJE), o programa “Eleitor do Futuro”, que visa a despertar nos alunos participantes, entre 10 e 18 anos, reflexões sobre participação política consciente, livre e democrática.

Legislação

Convidado para a mesa O Legislativo, o Executivo e o Judiciário na educação midiática e informacional, Horbach lembrou em sua apresentação que existe uma linha tênue entre os temas combate às fake news e liberdade de expressão, e que atualmente há uma série de regras, tanto na legislação eleitoral quanto na legislação penal, que permitem a aferição e o combate às fake news. A Resolução TSE no 23.551, por exemplo, veda a veiculação de informações sabidamente inverídicas.

Além do ministro, participaram do evento os senadores Ana Amélia (PP-RS), Cristovam Buarque (PPS-DF) e Fátima Bezerra (PT-RN), os deputados Rodrigo Garcia (DEM-SP) e Mendonça Filho (DEM-PE), ex-ministro da Educação. Também estiveram presentes o secretário de Comunicação da Câmara, deputado Márcio Marinho (PRB-BA), o ministro de Estado da Transparência/CGU, Wagner Rosário, e a representante da Unesco no Brasil, Marlova J. Noleto.

 

Curta o Facebook do Agência14News e fique por dentro das notícias de Botucatu e região: www.facebook.com/agencia14news

(com Assessoria de Imprensa)