FOI APREENDIDA 12/08/2019 16:53

Adolescente tenta entrar com droga em presídio para entregar ao marido preso

Uma das apreensões nesta semana.

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa que, no último final de semana (dias 10 e 11), agentes de segurança flagraram visitantes tentando entrar com drogas, celulares e anotações suspeitas em presídios abrangidos pela Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região Noroeste (CRN). Em um dos casos, uma adolescente escondeu, em sua vagina, 127 gramas de maconha que entregaria para o marido preso. Bolsa, sutiã, forro da calcinha e absorvente também serviram como esconderijos para os materiais ilícitos em outras ocorrências registradas.  

Nos flagrantes envolvendo drogas, a Polícia Militar (PM) foi acionada para registrar boletim de ocorrência. Também foi aberto procedimento interno para apurar o envolvimento dos presos que receberiam os materiais ilícitos nas unidades prisionais.

Vale destacar que, mesmo com a ampla divulgação na mídia das crescentes apreensões em todo Estado de São Paulo, visitantes seguem tentando burlar as revistas, sem sucesso, graças à perícia de agentes penitenciários aliada à tecnologia dos scanners corporais.

Penitenciária ‘Valentim Alves da Silva’ de Álvaro de Carvalho

A Penitenciária “Valentim Alves da Silva” de Álvaro de Carvalho registrou dois flagrantes no último domingo, dia 11. O primeiro ocorreu por volta das 9h30, quando uma mulher foi flagrada com dois celulares (sem os chips) escondidos no fundo da bolsa.

Questionada, a visitante disse que não tinha a intenção de entrar na unidade com os telefones móveis, que são, segundo ela, usados como brinquedos por sua filha. Em seguida, ela foi levada à delegacia para o registro de um boletim de ocorrência.  

A segunda apreensão ocorreu por volta das 9h55. Durante a inspeção de rotina, os funcionários encontraram um frasco de medicamento contendo líquido suspeito, que, posteriormente, foi identificado como sendo loção pós-barba. 

Questionada, a visitante alegou que tratava-se de óleo ungido, que ela levaria para o companheiro preso, mesmo sabendo que não era permitido entrar com esse tipo de produto na unidade prisional. 

Diante da irregularidade, a mulher não foi autorizada a realizar a visita. 

Penitenciária II ‘Nelson Marcondes do Amaral’ de Avaré  

Uma mulher foi flagrada tentando entrar na Penitenciária II “Nelson Marcondes do Amaral” de Avaré com maconha escondida no forro da calcinha, durante procedimento de revista pelo escâner corporal, por volta das 10h20 de sábado, dia 10. 

Após ter sido descoberta, a visitante foi encaminhada a uma sala reservada, onde agentes femininas vistoriaram a peça de roupa e encontraram a porção da droga e pedaços pequenos de borracha na cor azul, utilizados em aparelhos ortodônticos. 

Ela alegou que levaria o entorpecente e o restante do material ilícito ao marido preso, a pedido dele. A mulher foi encaminhada à delegacia e presa em flagrante. 

Penitenciária de Cerqueira César 
Uma mulher foi flagrada tentando entrar na Penitenciária de Cerqueira César com anotações suspeitas escondidas em seu sutiã, durante procedimento de revista pelo escâner corporal, por volta das 8h25 de domingo, dia 11. 

Nos bilhetes apreendidos, havia informações de possível movimentação do tráfico de drogas, que foram encaminhadas para investigação policial. A visitante foi proibida de entrar na unidade.     
Penitenciária de Marília 

Uma adolescente de 16 anos foi flagrada tentando entrar na Penitenciária de Marília com 127 gramas de maconha escondidas em sua vagina, durante procedimento de revista pelo escâner corporal, por volta das 9h de domingo, dia 11. 

Questionada, a visitante negou qualquer irregularidade. Portanto, foi encaminhada à unidade de pronto-atendimento para realização de exames. Ao chegar ao hospital, contudo, confessou que escondia droga em sua genitália. 

Ela própria retirou de seu corpo a porção de maconha, que entregaria para o marido preso. Em seguida, foi levada à delegacia para o registro de um boletim de ocorrência e, posteriormente, encaminhada para a Vara da Infância e da Juventude. 

Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pontal 
Uma mulher foi flagrada tentando entrar no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pontal com 12 gramas de maconha escondidas no absorvente que usava no momento do procedimento de revista pelo escâner corporal da unidade. 

A apreensão ocorreu por volta das 10h20 de domingo, dia 11. Questionada pelos funcionários, ela alegou que havia trazido a droga a pedido do marido preso. A visitante foi encaminhada à delegacia para o registro de um boletim de ocorrência. 

Penit. I ‘Tenente PM José Alfredo Cintra Borin’ de Reginópolis 
Uma mulher foi flagrada tentando entrar na Penitenciária I “Tenente PM José Alfredo Cintra Borin” de Reginópolis com 78 gramas de maconha escondidas em seu ânus, durante procedimento de revista pelo escâner corporal, por volta das 8h20 de domingo, dia 11. 

Após ter sido descoberta, a visitante foi levada ao banheiro, onde, na presença de agentes femininas, retirou de seu corpo a porção da droga que entregaria ao companheiro preso. Ela foi encaminhada à delegacia de Pirajuí para o registro de um boletim de ocorrência. 

Em todos os casos, as unidades prisionais também instauraram Procedimento Disciplinar para apurar a cumplicidade dos presos que receberiam as drogas, celulares ou anotações suspeitas.       

A SAP informa que pessoas flagradas tentando entrar com objetos ilícitos em presídios são automaticamente suspensas do rol de visitas. 

(da assessoria)