PARDINHO 08/02/2019 11:41

Após explosão de bancos no final de 2017, condenações de três envolvidos chegam a 63 anos

Foto: Arquivo/Agência14News

Três homens envolvidos na explosão de caixas eletrônicos na cidade de Pardinho ocorrida novembro de 2017 acabaram condenados pela justiça de Botucatu. Eles receberam penas de 58 a 63 anos. 

Segundo consta na decisão da justiça, os envolvidos que são de Botucatu e Pardinho ajudaram na logística e também foram encontradas armas na casa de um deles como fuzil e objetos relacionados ao crime, como roupas. 

Um dos condenados foi apontado como a pessoa que atirou contra a base da polícia militar onde existia três homens trabalhando. Uma chácara alugada na cidade de Pardinho foi o ponto estratégico da quadrilha para que o crime se concretizasse. 

Ainda segundo consta na decisão da justiça na época do ataque, cerca de nove elementos participaram da ação criminosa, sendo que três foram julgados e outros dois estão foragidos. O restante dos envolvidos seria da capital paulista. 

Na oportunidade do crime, o banco Bradesco citou um prejuízo um torno de R$ 300 mil, enquanto no Santander o rombo foi de R$ 215 mil. 

A elucidação do caso foi feita pela delegacia de Pardinho e pela DIG - Delegacia de Investigações Gerais de Botucatu - com os delegados Celso Olindo, Geraldo Franco, equipe de investigadores e do delegado seccional Antônio Soares da Costa Neto. 

(do Agência14News)