BOTUCATU 06/04/2019 07:21

Após ambulância quebrar à noite, Polícia Militar ajuda garoto que precisava de cirurgia emergencial

Policiais, o paciente e sua mãe.

A Polícia Militar de Botucatu ajudou um adolescente de 15 anos a chegar ao município de Bauru para realizar uma cirurgia emergencial, na madrugada de quarta-feira (03).

Os PMs Sargento Rosivaldo, Soldado Castanho e Soldado Correa de Moraes retornavam da Cidade de São Paulo após escolta policial e encerrariam a jornada de trabalho de 12 horas, às 06h00, em Botucatu.

Na Rodovia João Hipólito Martins (Castelinho), faltando apenas 10 quilômetros para o fim da missão, às 05h20min, a equipe deparou com uma ambulância parada no acostamento, ocupada por um paciente (um adolescente de 15 anos), a mãe dele e o motorista.

A mulher, em ato de desespero, mesmo às escuras, solicitava apoio aos motoristas que por ali passavam e foi atendida pela equipe da Polícia Militar.

Ela relatou, aos prantos, que partiram de Mogi das Cruzes, com destino a Bauru, para que o adolescente fosse submetido a uma cirurgia emergencial, em decorrência de uma disfunção respiratória e que deveria chegar às 06h40min no destino, sob pena de cancelamento do procedimento cirúrgico, o que colocaria em risco a vida do  adolescente.

E desabafou que a ambulância ficou inoperante desde às 03h20, e que até o atendimento pela PM permaneceu na pista tentando apoio dos motoristas que ali passaram, mas que somente a viatura policial a atendeu.

Imediatamente os Policiais Militares embarcaram a família na viatura policial e a conduziram ao local de destino.

Ao questionarem a senhora sobre as condições financeiras, esta confessou que possuía apenas um cartão de crédito para pequenas despesas pessoais e que não dispunha de recursos para permanecer no Município de Bauru. 

Os 3 policiais ofereceram como doação a quantia que dispunham em espécie no momento, que embora não sendo muita, foi de grande ajuda.

Após este auxílio, durante os últimos dias, a mãe do adolescente Sra. Anaí manteve contato com o Sgt Rosivaldo, informando a situação clínica do filho, e hoje a equipe do Sgt Rosivaldo durante uma visita ao Patrick, recebeu a notícia da sua alta hospitalar, porém não possuíam condições de retorno ao lar. 

Assim, mãe e filho foram trazidos para Botucatu, onde embarcaram na ambulância com destino a Mogi das Cruzes. 

“Esses Policiais Militares apenas cumpriram o dever de servir e foram presenteados com valor inestimável da gratidão”, informou a Seção de Comunicação Social do 12° BPM/I. 

(com assessoria)