CRIMES 08/02/2018 14:45

Idosos relatam momentos de terror durante assalto que sofreram em casa, no centro de Botucatu

Idosa mostra como ficou amarrada. (Foto: Agência14News)

Os idosos, um professor de 80 anos e sua esposa de 76, falaram com a reportagem do site Agência14News na manhã desta quinta-feira (08) depois de um bandido armado invadir sua casa na Rua General Teles, em frente a uma empresa de segurança e perto do IML – Instituto Médico Legal.

Imagens mostram que o bandido chegou por volta das 20 horas de quarta-feira (07), quando ainda estava claro, e entrou direto na residência que estava com a porta só encostada.

O professor aposentado falou sobre como tudo aconteceu: “Eu tentei reagir e ele me deu uma coronhada na cabeça. Então me sobraram alguns pontos na cabeça, que o pronto socorro acertou. Ele foi lá (nos fundos) e procurou as coisas com a minha mulher. Roubou tudo que pôde e depois saiu. Só que foi filmado tudo por uma câmera da frente”, disse o professor que também conversou ao vivo com a Rádio Municipalista.

O idoso continua: “Ele amarrou a gente com fio de plástico. Então ele veio com má intenção mesmo. Fez ameaças, mas depois foi embora. Mas nisso apareceu em seguida o médico do IML (que fica na esquina). Ele viu qualquer coisa e ele encaminhou tudo para a polícia”.

ALVO ESCOLHIDO?

“Talvez ele seja até conhecido do meio mal de Botucatu e ele escolheu a casa porque é muito bem situada e a gente não se preocupa muito com fechamento das portas porque nunca teve problema aqui. Então ele se aproveitou da oportunidade, alegando que vendeu uma caixa de som para o meu neto, só que o meu neto nem mora aqui, é de Sorocaba. Então não sei bem a verdade da coisa. Pode ser que seja pura malandragem e se aproveitou disso”, disse o aposentado.

ESPOSA FALA:

“Foi momento de pânico, mas a gente teve graças a Deus um pouco de segurança e pedi que não amarrasse meus pés senão não conseguiria fechar a porta depois. Pediu que não avisasse a polícia porque eu tenho mais dois netos na escola e que iria nos acabar com a vida. Ele foi violento com o meu marido, comigo não. Quando fui buscar o dinheiro e quando voltei ele estava todo ensanguentado. Ele estava de boné, sem capuz. Era estatura mediana e uns 20 e poucos anos. Nunca a gente tinha passado por isso mesmo morando mais de 20 anos nesta mesma casa. Nunca tinha passado por isso. Aqui é muito movimentado e a vizinhança é maravilhosa. Inclusive tem a empresa de segurança com câmera e o IML”.

A Polícia Civil informa que está investigando o caso.

Denúncias sobre o suspeito podem ser feitas pelo telefone 197, não é preciso se identificar.

Veja reportagem com o video

 

Curta o Facebook do Agência14News e fique por dentro das notícias de Botucatu e região: www.facebook.com/agencia14news

(do Agência14News)