BOTUCATU 18/08/2019 21:08

Incêndios em áreas verdes foram atendidos pelos bombeiros neste domingo (18)

Queimada na região do Central Park

O domingo (18) foi marcado por chamados para apagar incêndios em Botucatu. Um dos lugares que teve grande queimada foi uma área verde ao lado do Central Park, perto da Rodovia Gastãoi Dal Farra. Quem passou pela estrada percebeu uma grande nuvem de fumaça.

Segundo apurou o site Agência14News, equipes dos bombeiros estiveram no local e tiveram longo trabalho para extingir o fogo, para evitar que o restante de uma área verde preservada fosse atingida. Esse caso foi registrado durante o dia.

Já à noite, houve um chamado em uma residência na Vila Rodrigues, perto do asilo. Moradores acionaram o Corpo de Bombeiros por conta do fogo que estava em uma casa, porém após levantamento de informações obtidas por uma equipe o fogo havia sido registrado momentos antes no mato nos fundos do quintal e já havia cessado.

Outros endereços também registraram fogo em mato pela cidade.

Com o tempo seco a fumaça piora a sensação de mal estar, principalmente entre crianças, idosos e pessoas com doenças crônicas e respiratórias.

QUEIMADA É CRIME

A Prefeitura de Botucatu, por meio da Secretaria do Verde, Guarda Civil Municipal, Defesa Civil, em parceria com o Corpo de Bombeiros, o grupo Guerreiros do Fogo e Unipas, lançou em julho deste ano a campanha “Não ponha a mão no fogo, Botucatu contra a queimada”. A ação tem como objetivo conscientizar a população para evitar e prevenir incêndios durante o período de estiagem.

De janeiro a junho deste ano, o município já registrou 95 autuações de donos de terrenos que utilizaram o fogo para limpeza. Estes proprietários de terrenos estão sujeitos à multa de R$ 1.300,00 (para um terreno padrão).

“Cada vez que há um incêndio em um terreno, o Corpo de Bombeiros e a Patrulha Ambiental da Guarda Civil Municipal realizam uma investigação para identificar o autor do fogo e/ou proprietário do terreno, para que o mesmo seja penalizado. Também conversamos com os moradores do em torno, para orientar”, explicou o inspetor Carlos, da Patrulha Ambiental da Guarda Municipal.

Além das orientações diretas para população, a GCM também realiza palestras para crianças por meio do programa Patrulha da Paz e bloqueios educativos.

A população pode colaborar no combate às queimadas, denunciando casos de incêndio para a GCM (199) ou ao Corpo de Bombeiros (193).