POLÍCIA 07/03/2019 07:39

Rodovias da região não registram mortes durante o Carnaval

Foto: Divulgação

Pelo segundo ano consecutivo, as rodovias da região - Bauru, Jaú e Lins - não tiveram nenhum registro de vítima fatal nesse período. Os dados da Operação Carnaval, realizada entre meia-noite de sexta-feir (01) e 23h59 da última terça-feira (05), foram divulgados nesta quarta-feira (06) pelo 2º Batalhão de Polícia Rodoviária.

Além de não ter havido nenhuma morte, todos os outros indicativos caíram em 2019 em relação ao mesmo período do ano anterior. O total de acidentes teve uma redução de 21,9%, indo de 32 para 25. Nesse montante, foram quatro registros a menos de acidentes com vítimas nesse período.

O total de vítimas caiu pela metade de um ano para o outro. Em 2018, foram 18 pessoas feridas - sejam leves ou graves. Neste ano, o balanço oficial da Polícia Rodoviária contabiliza nove vítimas (veja no quadro acima).

"Respeitando-se as demandas peculiares de cada microrregião, a operação foi planejada com base em dados estatísticos de anos anteriores, na previsão do fluxo de veículos nas rodovias e em questões meteorológicas. O foco prioritário estava na prevenção criminal, mas, em harmonia à segurança viária, cujo propósito é a manutenção da meta de reduzir as mortes no trânsito até 2020", destaca o Batalhão, em nota.

"A redução do número de acidentes e, principalmente, do número de vítimas poderia ser ainda maior, se não fosse o comportamento imprudente de alguns condutores, sendo importante ressaltar que, após análise das circunstâncias, observou-se que a maioria desses casos poderia ter sido evitada", completa o Batalhão.

Inclusive, atrelado à fiscalização, a corporação apostou na educação neste Carnaval. No sábado, realizou a campanha educativa "Álcool e Direção: sérios riscos e um péssimo exemplo às crianças", com a finalidade de conscientizar as pessoas sobre a necessidade de não dirigir depois de beber.

AUTUAÇÕES

O 2º Batalhão de Polícia Rodoviária destaca que foi intensificada a fiscalização dos limites de velocidade, embriaguez, ultrapassagens proibidas, uso de cinto de segurança, celular ao volante e a utilização de capacetes para motociclistas, entre outras infrações de trânsito.

Ao todo, na área que abrange Bauru, Jaú e Lins, foram 976 autuações, sendo 85 por embriaguez ao volante. Houve ainda 652 flagrantes de excesso de velocidade.

Após a fiscalização de 1.572 veículos, 11 foram apreendidos e 78 CNHs e documentos veiculares acabaram recolhidos.

Em relação ao combate à criminalidade, houve um flagrante de tráfico, com 1,47 quilo de drogas apreendido. Acidentes com vítimas caíram 25% na área abrangida pelo 2.º Batalhão

Os dados citados da microrregião da 1ª Companhia, que envolve Bauru, Jaú e Lins, acompanharam a área abrangida por todo o 2.º Batalhão de Polícia Rodoviária. Nas 183 cidades abarcadas pela unidade, a diminuição do número de vítimas foi de 25%: de 72 para 54. Houve também um declínio nos acidentes com vítimas. Foram 38 em 2018 e 34 neste ano, ou seja, 10,5% a menos.

Com o objetivo de coibir condutas nocivas à segurança no trânsito e consequentemente reduzir ocorrências de acidentes, a polícia afirma que as ações de fiscalização foram intensificadas nesses mais de 180 municípios. Com isso, 3.625 autuações foram lavradas por infrações de trânsito, principalmente por irregularidades cometidas em movimento (infrações dinâmicas), além de 4.769 imagens realizadas com radar de veículos que excederam a velocidade. Vale destacar que, incluídas no total de autuações, estão 288 por ultrapassagem em local proibido e 786 por não uso do cinto de segurança.

Em relação à perigosíssima e criminosa conduta de beber e dirigir, foram realizados 5.861 testes com etilômetros, sendo autuados por embriaguez 213 condutores, além de 120 que recusaram soprar o aparelho. Vale destacar que 11 motoristas foram presos em flagrante delito, pelo crime de embriaguez ao volante.

Já no aspecto da prevenção e repressão criminal, foram presas em flagrante delito cinco pessoas por tráfico de drogas e apreendidos quase 28 quilos de cocaína e mais de 1,5 quilo de maconha. Quatro procurados pela Justiça foram capturados, dois veículos que haviam sido roubados ou furtados foram recuperados, além da apreensão de 60 maços de cigarros contrabandeados.

(com assessoria)