SEGURANÇA PÚBLICA 18/08/2019 20:16

Sindicato aponta falta de 120 policiais civis na região de Botucatu

Foto: Divulgação

O Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo informou ao site Agência14News que a defasagem na parte investigativa chega a 120 profissionais a menos ao que deveria contar.

A tabela (abaixo) mostra a defasagem na Seccional de Botucatu, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP) referente a dezembro de 2018. A regional da polícia abrange 13 cidades.

Segundo o Sindicato a defasagem chega a 40%. Escrivão é o principal problema relatado de 37 cargos ocupados frente aos 71 criados pelo governo. São 59 investigadores com 104 cargos criados.

Já no Estado a defasagem, segundo o sindicato, chega a quase 14 mil policiais.

GOVERNO

Em junho, o Governador João Doria e o Secretário da Segurança Pública, General João Camilo Pires de Campos, autorizaram a abertura de concurso público para a contração de 250 delegados de Polícia, 900 investigadores, 1.600 escrivães e 189 médicos legistas.

A previsão é de que o concurso seja aberto no próximo ano, de acordo com publicação do Diário Oficial do Estado (DOE) em junho.

“Estamos autorizando a contratação de quase 3 mil policiais civis. A ação é parte da nossa política de segurança pública, que vai transformar a polícia de São Paulo na mais bem preparada do País. Investimos em equipamentos, treinamento e no reforço do nosso contingente de policiamento e investigação”, ressaltou João Doria.

CURSO

A formação dos policiais na Academia de Polícia “Dr. Coriolano Nogueira Cobra” (Acadepol) tem a duração de aproximadamente quatro meses, contando com o estágio feito nas unidades policiais. Após a formação, os profissionais são distribuídos para todo o Estado.

Para reforçar o efetivo da polícia Técnico-Científica, informa João Dória, 66 futuros policiais estão em formação na academia, entre eles, 22 fotógrafos técnicos-periciais, 10 médicos legistas e 33 peritos.

Diz a assessoria do Governo que "há ainda concursos em andamento para preencher 2.750 vagas para a Polícia Civil. São 250 vagas para delegados, 600 investigadores, 800 para escrivães, 300 agentes de telecomunicações e 200 papiloscopistas, 400 agentes policiais e 200 auxiliares de papiloscopistas".

(do Agência14News)