MUTIRÃO 15/05/2019 09:31

Aumento dos casos de dengue preocupa Saúde de São Manuel

Foto: Divulgação

A Diretoria Municipal de Saúde de São Manuel, através da equipe de Controle de Zoonoses irá fazer uma grande mobilização contra a Dengue nos bairros vila Rica e São Geraldo, onde os casos de Dengue podem aumentar nos próximos dias. 

A equipe da Saúde esteve presente nos bairros e verificou que existem muitas residências que se encontram fechadas, outras abandonadas e que também pessoas que já foram contaminadas, ao invés de evitarem contato com as outras pessoas, deixaram de tomar esse cuidado, mesmo orientadas neste sentido.

O mutirão irá acontecer em duas etapas: o primeiro no próximo sábado, 18, sendo realizado a partir das imediações da torre de televisão até o bairro vila Rica. O segundo será feito no dia 25, na vila São Geraldo e jardim Eldorado. 

Os mutirões terão o objetivo principal de localizar e destruir os criadouros e inclusive, se necessário, nas residências fechadas, será solicitada autorização judicial para a entrada. Também deverá ser feita a nebulização, para interromper a transmissão do mosquito vetor da dengue na região. 

Um ponto importante: as pessoas que mantém em suas residências materiais que possam servir de possíveis criadouros devem colocá-los na rua, que a Diretoria de Gestão e Serviços estará coletando. Os materiais recicláveis estocados também devem ser comercialização com a venda imediata, não devendo ficar armazenados.  

É essencial a colaboração da população para que os casos de dengue não se alastrem no Município. Muitas vezes as pessoas ignoram os cuidados necessários para evitar a contaminação.

AUTOMEDICAÇÃO

A dengue em sua fase inicial é muito parecida com outras doenças. Os sinais de possíveis casos de dengue são a fadiga e manchas avermelhadas pelo corpo. Muitas pessoas se utilizam da automedicação por achar que se trata de um caso comum de resfriado. Os riscos são grandes quando isto ocorre.

Os antigripais contêm ativos naturalmente anticoagulantes na formulação, como o medicamento AAS, muito utilizado, que reduz a atividade de plaquetas no sangue. Outros medicamentos contraindicados são os antiinflamatórios hormonais e não hormonais, como o ibuprofeno, nimesulina ou diclofenado.  Estas substâncias provocam agressão hepática e gástrica. A dengue já provoca uma agressão hepática naturalmente.

Os medicamentos seguros são o paracetamol e a dipirona.

A orientação da Diretoria Municipal de Saúde é que a população, mantenha a sua casa sem recipiente com água parada, faça uso de repelentes, se hidrate bem, tomando muita água, água de coco e isotônicos e qualquer sintoma, que procure uma Unidade de Saúde o mais breve possível. 

CASOS CONFIRMADOS
 
O Município até o último dia 13 de maio registrou 80 notificações possíveis de casos de Dengue, sendo 26 casos positivos autóctone, 4 positivos importados, 16 negativos e 34 estão aguardando os resultados dos exames.

(com assessoria)