SÃO MANUEL 26/02/2019 19:33

Reunião define ações no combate a dengue, zika e febre amarela

Foto: Divulgação

No último dia 25 de fevereiro, segunda-feira, aconteceu a 1ª reunião de Sala de Arbovirose do Município de São Manuel, com membros de diversas Diretorias Municipais, com o objetivo de planejar e executar ações no combate às arboviroses, doenças causadas por arbovírus, que incluem o vírus da dengue, zika vírus, febre chikungunya e febre amarela.

Durante a reunião foi apresentado o planejamento com dados e estratégias para manter o Município com índice zero de casos registrados de Dengue. Até o momento São Manuel se mantém sem a circulação do vírus da Dengue. No total são 5 notificações, sendo 3 descartadas com resultado negativo e 2 aguardando resultado de exames. 

O combate efetivo às arboviroses, como é o caso da dengue, zika, chikungunya e febre amarela, somente está sendo possível graças ao trabalho contínuo dos servidores envolvidos e com a ajuda imprescindível de grande parcela da população, que tem auxiliado no combate aos criadouros. 

Entretanto, apesar de nenhum registro positivo de casos de Dengue no Município, durante a reunião realizada a Diretoria de Saúde fez um alerta as pessoas que durante o feriado de carnaval estarão em outros Municípios que se encontram em situação de epidemia.

Segundo a diretora de Saúde, Patrícia Rossanesi, “é importante que as pessoas que estiverem em Municípios que se encontra em situação de epidemia, usem repelente e se protejam”.

Na região Centro Oeste Paulista 7 Municípios registraram quase 10 mil casos de Dengue em 2019. Cidades como Bauru, Botucatu e Agudos decretaram estado de emergência por causa da Dengue e contrataram empresas terceirizadas para limpar quintais de quem não cuida, aplicando multas e ainda cobrando pela limpeza. Em São Manuel, um Decreto do executivo municipal notificou os proprietários de lotes e terrenos baldios para limpeza, e caso as providencias não sejam tomadas, o Município poderá exercer a limpeza, aplicar multas e ainda cobrar pelo ressarcimento dos serviços executados.

A Sala de Arboviroses terá como atribuições permanentes: monitorar dados epidemiológicos e de controle vetorial, organizar ações de prevenção de acordo com o cenário de risco, qualificar as ações de assistência, monitorar a circulação viral, manter o fluxo de atendimento nos casos suspeitos, monitorar e se for o caso reduzir o índice de infestação pelo Aedes aegypti, detectar precocemente os casos de dengue como forma de prevenção e controle da doença, evitar a letalidade (óbitos) pelas formas graves, e garantir assistência médica de qualidade a todos os pacientes com suspeita de dengue.

São Manuel, mesmo não registrando casos positivos de Dengue está em alerta devido a epidemia registradas nas cidades vizinhas como Bauru e Agudos neste início de ano. A equipe da Diretoria de Saúde, coordenada pelo pessoal de Controle de Endemias está em prevenção permanente, visando garantir o bem estar da população da cidade.

(com assessoria)